Menu

Um Ode à Enteogenia

23/05/2018 - Psicoativos e Enteógenos
Um Ode à Enteogenia

Só quem conhece compreenderá! A experiência psicodélica é…

Tão assustadora quanto se possa imaginar ser a própria morte;

Tão bonita quanto o conjunto dos mais nobres sentimentos conhecidos pelo ser humano;

Tão instrutiva quanto apenas uma longa experiência de vida pode ser;

Tão real que, de fato, consiste na maneira mais rápida de entrar em contato com a realidade;

Tão misteriosa quanto as origens da vida e do universo, pois aproxima o ser humano a elas;

Tão importante que, depois dela, não se pode imaginar como é possível viver sem havê-la conhecido;

Tão ilimitada que chega a ser um assunto de interesse para praticamente todas as áreas do conhecimento, desde as com a associação mais óbvia (química, botânica, filosofia, psicologia, etc.) até as com a mais sutil (genética, astrofísica, geometria, ufologia, etc.);

Tão atemporal que dilui as fronteiras entre passado, presente e futuro, por vezes até parando o tempo;

Tão intensa que, entre a vida e a morte, talvez não haja dor nem prazer que se iguale;

Tão ética que, para alguns pesquisadores, ela é a própria origem da ética, lá nos primórdios pré-históricos da humanidade;

Tão dramática que tratá-la por “renascimento” chega a ser um eufemismo;

Tão indescritível que seria necessário desenvolver a telepatia para poder descrevê-la;

Tão inesquecível que talvez apenas com a morte seja possível esquecê-la, pois a esquecer em vida seria quase como esquecer que se está vivo.

Esqueci alguma coisa?

Compartilhe… Coletivize… Psicodelize!

Compartilhe com o Universo
  • 40
    Shares