Arquivo da tag: mente

A Mente Pode Receber Os Mesmos Benefícios Quando Você Usa Psicodélicos e Pratica Meditação?

O Imperial College London realizou um estudo para entender como a prática da meditação e o uso de psicodélicos são recebidos pela mente e os seus benefícios para o tratamento da ansiedade e depressão.

Na Universidade Johns Hopkins, o neurocientista comportamental Frederick Barrett diz que a meditação tem o poder e é eficaz na alteração da consciência humana. Chamando-o de um método estabelecido para a redução do estresse e da ansiedade. A capacidade de alterar a consciência humana para efetuar a cura é o foco de sua equipe. Recentemente, o tratamento da ansiedade e depressão usando a psilocibina foi testado e descobriu-se eficaz. A psilocibina é encontrada em cogumelos psicodélicos ou “cogumelos mágicos” e é um dos seus ingredientes ativos.

O Imperial College London, com a ajuda de pesquisadores, realizou recentemente um estudo. O resultado – redução de três meses nos sintomas com a administração da forma farmacêutica da psilocibina (duas doses controladas) a pessoas com depressão. Houve também uma melhoria nos sintomas de ansiedade. Barrett era todo elogio para a meditação, chamando-a de um método estabelecido no aprimoramento do bem-estar emocional. Ele também disse que a administração adequada de Psilocybin sob supervisão pode ser eficaz na mudança do humor dos pacientes. A ideia é que um não é farmacêutico enquanto o outro é. Ao usar um scanner de ressonância magnética funcional para imagens de atividade cerebral durante a meditação, sua equipe é capaz de estudar os participantes que praticaram a meditação budista por muito tempo e, dessa forma, existe a possibilidade de combinação de tratamento se forem encontradas semelhanças.

Depois de ser administrado com placebo ou psilocibina em doses altas e baixas, os grupos participantes foram criados enquanto as pesquisas procuravam entender como a meditação os afeta – incluindo seus efeitos no cérebro.

Houve resultados promissores de investigações preliminares e, no momento, os ensaios ainda estão sendo realizados. Os relatórios mostram que o bem-estar dos participantes tomou um rumo positivo depois de tomar a psilocibina,

Aqueles que são novos na meditação descobrem que não é uma tarefa tão fácil. Na verdade, isso pode ser bastante desafiador. Usar psicodélicos neste estudo é descobrir se a perspectiva dos participantes é alterada de forma semelhante à forma como a meditação afeta o humor e se isso pode ser usado como outro método de terapia. Barret diz que se a meditação é ineficaz como método de tratamento, então uma segunda linha de tratamento seria o uso da psilocibina.

Ser capaz de ajudar as pessoas em sua capacidade de melhorar a concentração e explorar a consciência – e, finalmente, meditar, é outra razão pela qual há um estudo sobre os efeitos do uso dessa substância.

Peter Addy, membro fundador do Psychedelic Science Group de Yale na Faculdade de Medicina da Universidade de Yale, descreve a Psilocibina como uma porta para a meditação, ajudando a revelar as experiências e a percepção de si mesmo. Ele também acha que os vícios e os transtornos de humor podem ser tratados com psilocibina, mas alertando que ele pode ser usado onde os ambientes podem ser controlados. Para um tratamento mais sustentável, adicionar meditação pode dar melhores resultados, sugere ele. Ele acrescenta que o uso diário da psilocibina não é recomendado depois que as pessoas atingem certo nível de consciência, então a tarefa real seria manter o paciente no nível da consciência e além.

As mentes das pessoas poderiam ser abertas para a meditação dessa maneira, de acordo com Addy, e usadas somente quando necessário após esse período. Ele, no entanto, deixou claro que ele não estava sugerindo que as pessoas deveriam praticar o uso de psicodélicos, mesmo que alguns líderes da comunidade budista americana tenham aceitado seu uso em aprender a meditar. Segundo ele, no nível básico, a ciência busca respostas para sua adequação em tornar as pessoas mais conscientes. Estes estudos podem levar ao uso em tratamento de transtornos do humor? A meditação e essas substâncias têm mais a oferecer? Barrett acredita que sim. Reconhecendo que existem várias maneiras pelas quais essas terapias podem ser aplicadas, mas que ainda não foram descobertas.

Créditos.

Como Operar Seu Cérebro – Por Timothy Leary

“Turn on, Turn in, Drop Out”. Há 25 anos  Timothy Leary gravou o célebre vídeo sobre como operar o seu cérebro, um “manual de utilidade pública” do qual Leary narra um vídeo epiléptico no que se pode considerar como uma meditação guiada.

“O objetivo da vida humana é conhecer você mesmo. Pense por você mesmo. Questione a autoridade. Pense com seus amigos. Crie, crie novas realidades. A filosofia é um esporte em equipe. A filosofia é o melhor, o prazer afrodisíaco final. Aprendendo a operar seu cérebro, aprendendo a operar sua mente, aprendendo a redesenhar o caos“.

Como Operar Seu Cérebro:

 

 

 

Um clássico da contracultura que passados quase três décadas continua muito atual. Timothy Leary is dead, mas sua mensagem continua viva como sempre.

***

A Arte de Observar Sem Avaliar

Quando um pensamento desagradável vem à mente é natural reagirmos com aversão, mas o mais sábio é desenvolvermos a habilidade de encarar os pensamentos – sejam eles negativos ou positivos – como nossos professores.

Acredite, tudo que se passa na nossa mente não tem nenhum propósito além de nos dar uma lição. A grande lição, sem dúvida, é apenas deixá-los ir e vir sem avaliação, julgamentos, resistência ou qualquer tipo de análise.

A chave (e também o maior desafio) é apenas observar como uma testemunha silenciosa que observa o observado. Quando você só observa,  aceita o momento presente como parte da sua experiência, e não encara os seus pensamentos como inimigos que precisam ser eliminados.

Não tente se colocar numa situação diferente daquela que está vivendo no momento, apenas aceite a realidade com a mente atenta e consciente do que se passa no aqui e agora. Somente observar parece ser torturante no começo, afinal, o padrão habitual da mente sempre esteve analisando e reagindo a tudo que entrou no campo sensorial da consciência.

A mente sentirá medo de deixar o conforto do que é familiar, mas à medida que paramos de lutar com o que se passa na mente, então começamos a nos sentir bem na nossa própria casa-mente. A partir daí o processo de paz interior começa a engatinhar rumo à libertação total das agarras do ego.

Buddha em Meditação

A prática da meditação é uma ferramenta útil e importante para desenvolver a habilidade de observar sem analisar. Conforme for seguindo na trilha meditativa, verás que durante os altos e baixos da vida manterá a serenidade da mente, pois agora procura não reagir, pelo contrário, apenas observa de forma objetiva e consciente, seja o que for.

Problemas e vicissitudes da vida são inevitáveis, mas lembre-se: o problema tem solução? Para quê se preocupar?! O problema não tem solução? Para quê se preocupar?! No fim, não há necessidade de gerar preocupação. Às vezes o problema no fundo nem é um problema de verdade, mas a mente tende a aumentar e a exagerar naquilo que poderia ser ignorado ou minimizado.

Causamos tensões desnecessárias que poderiam ser evitadas com a simples observação, pois os objetos que passam pela nossa mente são simplesmente objetos sem significado, do qual a mente tende a dar importância e sentido, julgando-os ou criando expectativas em como eles deveriam ser.

A consciência cura. Quando você está atento e alerta a tudo o que se passa na mente, é capaz de usar os seus pensamentos negativos e positivos como caminhos  para a cura dos seus condicionamentos internos. Aprenda a deixar ir e vir tudo o que se passa na sua mente. Receba de braços abertos todo e qualquer pensamento e emoção que aparecer no momento.

Não crie avidez ou aversão pelos sentimentos, emoções e pensamentos. Não vale escolher qual você prefere sentir, afinal, se apareceu na sua mente, é porque você precisa aprender a lidar para seguir a vida. Não importa se o pensamento é bom ou ruim, todos são bem-vindos, todos estão ali para nos ensinar algo. Apenas observe sem pensar nada a respeito e sentirás uma tremenda paz conforme for seguindo a prática. Confie e relaxe.