Psicoativos e Enteógenos

Os Enteógenos Como Sintonizadores Universais

Uma visão da enteogenia como a ciência de utilizar substâncias psicodélicas para sintonizar frequências harmônicas

Neste artigo, proponho ao leitor que pense em si mesmo como um aparelho de rádio. Você possui uma antena em seu corpo, mais precisamente na região entre os hemisférios cerebrais. Ela é conhecida no meio científico como glândula pineal, enquanto as filosofias orientais (que a consideram o órgão principal do corpo humano) a dividem em ajna chakra (ou “chakra do terceiro olho”) e sahasrara chakra (ou “chakra coronário”). Outros animais também a possuem, ainda que seja mais desenvolvida no cérebro humano.

O que faz da glândula pineal uma antena é o fato de ser composta por cristais de apatita que, segundo os cientistas, vibram ao estímulo de ondas eletromagnéticas, transformando-as em reações neuroquímicas. Dessa forma, ela funciona como um receptor de sinais imperceptíveis aos cinco sentidos do ser humano. Mais do que isso, trata-se também de uma antena transmissora, uma vez que ela pode realizar o caminho inverso, ou seja, transformar reações neuroquímicas em ondas eletromagnéticas. Tendo isso em vista, pesquisadores hoje veem com seriedade a hipótese desta glândula ser a explicação para uma ampla gama de fenômenos incompreendidos, como clarividência, telepatia e muitos outros.

Embora poucos o saibam, todos possuem esta antena e todos a utilizam o tempo inteiro. O problema é que, ainda imaginando cada indivíduo como um aparelho de rádio, pouquíssimas pessoas têm a sorte de já nascer com um bom sinal sintonizado. Tal qual um rádio AM ou FM, às vezes é necessário mover um pouco o sintonizador até encontrar uma frequência harmônica… E é aí onde entra em campo a prática enteógena. Com ela, é possível mover o botão até perceber que há outras estações além daquele chiado arrítmico que estivemos ouvindo a vida inteira. 

Uma vez encontrada uma frequência com bom sinal, seguimos buscando uma sintonia cada vez mais fina e nos vemos cada vez mais deslumbrados pela perfeição dos ritmos e das informações aí transmitidos. Progressivamente, nos damos conta de que se tratam de estações cósmicas, que ecoam as vibrações da orquestra universal em infinitas dimensões. Após um tempo sintonizados, nosso destino é aprender a retransmitir este sinal para, dessa maneira, fazer de nossa existência uma parte integrante dessa harmonia cósmica.

E assim, finalmente, os rádios tocarão boas músicas…

Compartilhe… Coletivize… Psicodelize!

Compartilhe com o Universo
  • 39
    Shares
Etiquetas
Fechar
Fechar